home / notícias / Presidente da AL recebe IAF Sindical

COMPARTILHAR

Presidente da AL recebe IAF Sindical

"Para ser deputado é preciso ter voto. Para ser auditor fiscal tem que passar em concurso público para auditor."

Marcelo Nilo, presidente da Assembléia Legislativa da Bahia.

Presidente da AL recebe IAF Sindical

O presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Nilo, recebeu, nesta quinta-feira, em audiência, a diretoria do IAF Sindical, acompanhada do vereador Vírgilio Pacheco, do presidente da Febrafite, Roberto Kupski, e de 60 auditores fiscais.

O encontro teve como objetivo levar ao conhecimento do deputado o teor da proposta que o secretário da Fazenda apresentará, bem como pedir apoio ao movimento em defesa da carreira de auditor fiscal.

"A Secretaria da Fazenda da Bahia é genuinamente saudável e é referência nacional de competência e desempenho. Tudo isso é resultado de anos de trabalho. O que nós, auditores, queremos é preservar os princípios da administração pública, mas também os avanços técnicos que conquistamos ao longo desses anos", disse Maurício Ferreira, diretor do IAF Sindical. Ele informou ao deputado sobre a recomendação do Ministério Público contrária à intenção do secretário.

O presidente do sindicato, Helcônio Almeida, enfatizou que a categoria busca, com esse movimento, o respeito à carreira e à administração pública. "A Sefaz desenvolve um trabalho estritamente técnico e nós temos exercido com eficiência esse trabalho. Em nome do respeito à Constituição, não podemos permitir que pessoas, que entraram no serviço público para um cargo de segundo grau, ascendam ao posto de auditor fiscal sem passar por concurso", frisou.

Para o presidente da Febrafite, Roberto Kupski, a proposta do secretário da Fazenda não é a melhor solução para o Estado. "Preocupa-nos a segurança jurídica do lançamento do crédito", disse. "É possível manter, assim como existe na União, duas carreiras distintas", argumentou.

Marcelo Nilo, após ouvir os relatos, comprometeu-se a discutir o assunto primeiro com o secretário da Fazenda e depois com o governador Jaques Wagner. "Não tinha conhecimento desse projeto, mas vou buscar informações", afirmou. "Mas acho justo. Para ser deputado é preciso ter voto, para ser auditor fiscal tem que passar em concurso público para auditor", disse.
.
Para concluir, o presidente da Assembléia Legislativa reafirmou o compromisso de conversar com o secretário e com o governador e dar um retorno à categoria.

COMPARTILHAR

Sem comentários

Deixe o seu comentário!

Av. Tancredo Neves, 2227, ED. Salvador Prime Torre Work, sl 515 Caminho das Árvores, Salvador - BA, CEP 41820-021

(71) 4062-7013 / (71) 2132-9568 / (71) 3052-4414 (71) 98421-6729

FECHAR