home / notícias / Ministro Geddel responde nota do IAF no Bahia Já e IAF esclarece.

COMPARTILHAR

Ministro Geddel responde nota do IAF no Bahia Já e IAF esclarece.

Veja as notas no Bahia Já – www.bahiaja.com.br

17/04/2008 – 17:24
GEDDEL ESCLARECE QUE SEU MINISTÉRIO JÁ EMPENHOU R$175 MILHÕES P/ BAHIA

A propósito da matéria publicada neste site sobre os recursos do governo federal para a Bahia, que coloca o Ministério da Integração entre os "destaques negativos", com repasse de apenas 807 mil no ano passado, o ministro Geddel Vieira Lima, esclarece que, em 2007, empenhou para o estado mais de R$ 175 milhões.

O valor situa a Bahia como o segundo mais beneficiado do país em convênios do Ministério da Integração com os governos estadual e municipais.

Já em obras realizadas diretamente pelo seu ministério, Geddel informa que o valor chega a quase R$ 1 bilhão de reais. Neste montante, ele inclui os projetos de irrigação Salitre e Baixio, reiniciados depois de 10 anos parados; o saneamento em 42 municípios baianos da calha do São Francisco, que integram o Programa de Revitalização do rio; as 72 máquinas entregues por consignação ao governo estadual para recuperar estradas vicinais no interior e os R$ 60,8 milhões para obras na capital.

CONTEMPLO
A BAHIA

O ministro citou ainda os sistemas simplificados de água para 151 municípios e a compra de duas perfuratrizes para abertura de poços artesianos no semi-árido baiano. "Inexiste a possibilidade de eu, estando em qualquer função pública, deixar de contemplar a Bahia", disse o ministro, que assumiu a pasta da Integração em março de 2007.

"Mesmo tendo cuidado para não discriminar nenhum outro estado, em apenas um ano alcei a Bahia à segunda posição nas verbas alocadas por vontade do gestor, sem contar as obras que, diretamente, estamos tirando do papel", acrescentou o ministro, informando que a metodologia da Secretaria do Tesouto Nacional, fonte da matéria do site, não contempla essas ações. Geddel afirmou ainda que "no dia em que tiver algum impedimento para trazer recursos para a Bahia é melhor deixar a vida publica".

NOTA DA REDAÇÃO

Os dados da matérias apresentados pelo Bahia Já foram compilados pelo Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia com base em informacões no site da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Segundo o ministro a STN não contabiliza os investimentos diretos.

17/04/2008 – 23:34
IAF ESCLARECE SOBRE TRANSFERÊNCIAS VOLUNTÁRIAS DE MINISTÉRIOS

A respeito do estudo do IAF com relação as transferências voluntárias para o Estado da Bahia gostaríamos de fazer algumas considerações:

O IAF enviou para o Bahia Já duas matérias sobre o assunto com base nas informações constantes no site da Secretaria do Tesouro Nacional. Como são muitas informações o Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia dividiu a matéria para facilitar o entendimento;

O STN divide as transferências para os Estados e a totalidade dos seus municípios;

Nas duas primeiras matérias abordamos exclusivamente a comparação das transferências para os Estados, dentre ele o Estado da Bahia;

A primeira matéria abordou o decréscimo das transferências de 2007 em relação a 2006 para o Estado da Bahia em 10,57%, desempenho que colocou a Bahia na 22o posição.

A segunda matéria abordou quanto por habitante foi transferido e quais foram os Ministérios que transferiram recursos;

Neste contexto o IAF comentou exclusivamente o que os números mostraram, a Bahia, leia-se Governo do Estado encontrou-se (2007) na 25o posição no recebimento per capita.

As informações se limitaram as transferências voluntárias e não investimentos diretos dos diversos Ministérios;

As informações também não mostraram as transferências voluntárias da União ao conjunto dos Municípios do Estado da Bahia, este estudo será brevemente encaminhado a esse prestigiado site para plena divulgação, ou seja, essa será a próxima parte do estudo;

Com relação ao Ministério da Integração Nacional, conforme informações do site do STN, em 2007 foram transferidos 807 mil reais para o Estado da Bahia;

Com relação aos Municípios do Estado da Bahia o Ministério da Integração Nacional em 2007 encaminhou 29,7 milhões em transferências voluntárias, logo nesse caso, foi destaque positivo – Bahia 1o lugar Brasil.

Quando do encaminhamento dessa parte do Estudo será pontuado claramente pelo IAF. Vide mostra que foi o maior montante entre todos os Estados de recursos destinados a seus municípios; Bahia 29,7 milhões, Rio de Janeiro 23 milhões, Minas Gerais 17,8 milhões.

No estudo falamos apenas de transferências voluntárias, nunca em investimentos diretos, se for possível tentaremos acesso aos dados e informaremos a sociedade baiana;

Não duvidamos da capacidade de trabalho do ministro Geddel Vieira Lima em trazer recursos para o desenvolvimento da Bahia nem de seu compromisso, muito menos de sua eficiência em defender o desempenho de sua pasta, exemplo esse que deve ser seguido por todos;

O compromisso do IAF será sempre a divulgação dos dados coletados sendo os mesmos sempre a expressão da realidade;

O Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia (IAF) agradece o espaço e reitera também seu compromisso em servir a Bahia e os baianos com o objetivo de transformar a Bahia num Estado economicamente mais forte, socialmente mais justo, informando e trabalhando para seu engrandecimento.

Atenciosamente.

Diretoria IAF.

COMPARTILHAR

Sem comentários

Deixe o seu comentário!

Av. Tancredo Neves, 2227, ED. Salvador Prime Torre Work, sl 515 Caminho das Árvores, Salvador - BA, CEP 41820-021

(71) 4062-7013 / (71) 2132-9568 / (71) 3052-4414 (71) 98421-6729

FECHAR