home / notícias / Venda dos 10 dias de férias começa a ser impedida pelo Estado

COMPARTILHAR

Venda dos 10 dias de férias começa a ser impedida pelo Estado

Os Auditores Fiscais do Estado da Bahia já começaram a sentir no bolso o não pagamento da venda dos dez dias de férias. No último dia 17, o Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia (IAF) cobrou uma posição oficial sobre o corte definitivo do abono.

No ano passado, o IAF já havia denunciado o acordo secreto na Mesa Central de negociação, no qual entidades de servidores concordaram com o corte e esconderam de suas bases.

Os Auditores sabem o valor do seu trabalho para o Estado. Prova disso é que foram superadas todas as metas de arrecadação de ICMS, com resultado excepcional em dezembro de 2007 – aproximadamente R$ 840 milhões.

Assim, o IAF se posiciona pela manutenção do direito de escolher o que é melhor para cada um: vender ou não os dez dias. E ainda considera uma situação humilhante ver no contracheque que o Estado realizou o corte efetivamente.
Ontem, na DAT Metro, Auditores Fiscais protocolaram abaixo-assinado em defesa do abono, com aproximadamente 300 assinaturas. Confira abaixo a íntegra do Manifesto:

"MANIFESTO EM DEFESA DO ABONO PECUNIÁRIO.

Considerando que:

Mais de 90% dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia recebem anualmente o abono pecuniário.
A possibilidade do abono pecuniário é uma tradição no Estado da Bahia desde sua criação, com a Constituição de 1988.
Sua representatividade é tão grande que sua retirada torna nulo o aumento de 4,5% concedido recentemente.
Estamos abertos a encontrar uma solução concreta para possibilitar a manutenção do referido direito a partir do exercício de 2008.

Por estas razões, solicitamos a sua manutenção.

Auditores Fiscais do Estado da Bahia".

COMPARTILHAR

Sem comentários

Deixe o seu comentário!

Av. Tancredo Neves, 2227, ED. Salvador Prime Torre Work, sl 515 Caminho das Árvores, Salvador - BA, CEP 41820-021

(71) 4062-7013 / (71) 2132-9568 / (71) 3052-4414 (71) 98421-6729

FECHAR