home / notícias / IAF denuncia postura antidemocrática na mesa setorial

COMPARTILHAR

IAF denuncia postura antidemocrática na mesa setorial

O presidente do IAF, Helcônio Almeida, enviou ontem (04) carta ao governador da Bahia, Jaques Wagner, e ao secretário da Administração, Manoel Vitório, num relato minucioso sobre o impasse criado com a recusa do Sindsefaz em aceitar o Instituto na mesa de negociação setorial da Fazenda. Além da apresentação do IAF, a carta alerta para o risco da proposta de transformar em auditores fiscais cerca de 1.200 agentes de tributos estaduais que ingressaram no serviço público em cargo de nível médio.
O IAF alerta para a tentativa por parte de alguns movimentos sindicais de se considerarem os únicos representantes dos funcionários, desconhecendo a existência de outras entidades que se legitimam pela quantidade de funcionários que integram os seus quadros. E cita o exemplo da mesa de Segurança, com representantes tanto a Polícia Militar como a Polícia Civil, que tem nos seus quadros categorias diferentes. É uma situação semelhante à da Sefaz, onde o Sindsefaz reúne várias categorias e hoje representa apenas o interesse majoritário de agentes de tributos, ex-funcionários aposentados, técnicos administrativos e agentes públicos.
Helcônio contestou a postura do sindicato. ?Gostaríamos de dizer a V. Exa. que consideramos o movimento instalado pelo Sindisefaz ilegal e sobretudo antidemocrático, resultando numa cruzada irracional que tem transformado o ambiente de trabalho na Sefaz cada dia mais tenso. A indisciplina e o desrespeito por parte daqueles que legalmente deveriam auxiliar os serviços de fiscalização têm se tornado prática diária estimulada por pseudos líderes do movimento sindical, ferindo o princípio da hierarquia funcional, base das relações interpessoais no setor público. Diversos processos já foram instalados na Corregedoria da Sefaz por conta desta conduta equivocada do Sindicato?, disse.
A carta lembra ainda que além dos argumentos de ordem constitucional, o regimento das mesas setoriais diz claramente que elas deverão ser compostas observando-se a realidade de representação sindical e / ou associações de cada área.
?Acreditamos Sr. Governador que não há dentro da conduta moral imposta por V. Exa. para os atos do seu Governo como sermos afastados destas negociações?, diz o texto, que deixa claro o voto de confiança do instituto no novo governo: ?Continuamos a trabalhar para carrearmos para a Bahia os recursos financeiros necessários e suficientes para que continue a fazer do nosso Estado exemplo de progresso e seriedade na forma de governar?, finaliza do texto.

COMPARTILHAR

Sem comentários

Deixe o seu comentário!

Av. Tancredo Neves, 2227, ED. Salvador Prime Torre Work, sl 515 Caminho das Árvores, Salvador - BA, CEP 41820-021

(71) 4062-7013 / (71) 2132-9568 / (71) 3052-4414 (71) 98421-6729

FECHAR