home / notícias / A legitimidade e a colaboração do IAF-Sindical

COMPARTILHAR

A legitimidade e a colaboração do IAF-Sindical

Ao afirmarem que "os fazendários conhecem a história recente dos novos líderes sindicais" o tal Sindicato não só reconhece a legitimidade dos mesmos como ajuda àqueles que não os conhecem. No último parágrafo do seu malfadado "informe" ratifica-se que estes mesmos neo-sindicalistas "há mais de uma década vêm batendo recordes em arrecadação, desempenhando papel fundamental no Estado". São eles os Auditores que integram o novo Sindicato e que em sua maioria exerceram e continuam a exercer importantes cargos na gestão da Sefaz, na fiscalização, na arrecadação e na tributação.
Quem não tem porte moral, nem histórico para o sindicalismo são aqueles que nunca trabalharam efetivamente na Sefaz e, à sombra de uma equivocada disponibilidade sindical, absolutamente nada acrescentam ou acrescentaram ao serviço público.

O IAF não quer dividir a Sefaz, pelo contrário, quer a união de todos, cada qual exercendo o papel que a lei lhe reservou. O IAF acredita que somos iguais enquanto pessoas, mas exercemos diferentes tarefas, perfeitamente aceitáveis numa sociedade que se propõe a ser democrática e pluralista. Quem pensa em inviabilizar a Sefaz não são os membros do IAF e sim este agrupamento político-partidário que insiste em espalhar falsas e imorais propostas enganando os inocentes. Ao tempo que promete que os ATEs "virarão" Auditores enganam os Técnicos Administrativos dizendo que se "transformarão" em Agentes de Tributos e que logicamente todos, logo em seguida, serão Auditores. Criam, de forma irresponsável, falsas expectativas que têm redundado, com o passar do tempo, em balbúrdia e tensão no ambiente de trabalho.

O IAF apresentou ao atual Secretário, desde a sua indicação para o cargo, várias propostas que aos poucos estão sendo aproveitadas. Entre estas, a melhoria na apresentação das contas, através do Transparência Bahia, a moralização do REDA e a Energia Social – que recentemente foi implantada pelo governo e que o sindicato pelego, numa atitude no mínimo  imoral, declarou a um jornal local que o referido programa teria sido apresentado por ele, além de outras inverdades. O IAF mantém a colaboração ao atual governo, mesmo que dele não se receba reconhecimento.

Também continua a repudiar veementemente movimentos que o exclua enquanto categoria independente, utilizando dos instrumentos legais e morais, e se esforçando para ser compreendido com o nível de linguagem que a categoria e a sociedade exigem e merecem.

COMPARTILHAR

Sem comentários

Deixe o seu comentário!

Av. Tancredo Neves, 2227, ED. Salvador Prime Torre Work, sl 515 Caminho das Árvores, Salvador - BA, CEP 41820-021

(71) 4062-7013 / (71) 2132-9568 / (71) 3052-4414 (71) 98421-6729

FECHAR